Emagreça com as Plantas Medicinais

O homem vive um processo contínuo de ganho e perda energética, porém, quando por diversos fatores o ganho supera o gasto, o superavit energético fica acumulado sob a forma de tecido gorduroso. Quando este processo ultrapassa um determinado limite, inicia-se a obesidade.

Estudos revelam dois tipos de obesidade:
· Obesidade Hiperplástica: de causa genética
· Obesidade Hipertrófica: devido a dietas incorretas

Do ponto de vista psicológico há a obesidade exógena que é a procura da satisfação oral na tentativa de compensar situações de conflito não resolvidas. Vimos portanto que existem diversos fatores que podem causar a obesidade .

Para alcançarmos sucesso no tratamento da obesidade devemos tomar os seguintes cuidados:
- Dieta balanceada, isto é, pobre em açúcar, sal refinado, gordura animal e proteína animal orientada por nutricionista ou endocrinologista.
- Exercícios adequados para cada pessoa, acompanhado por professor de educação física.
- Acompanhamento psicológico em algumas situações.
- Terapia de reequilíbrio do organismo.

A Fitoterapia auxilia as pessoas que desejam reduzir seu peso pois age de forma suave, não causando reduções drásticas e sim um equilíbrio do organismo. Isto deve ser feito por determinado tempo, até que a própria pessoa consiga por si chegar ao peso ideal.

As várias drogas utilizadas na alopatia, forçam demasiadamente inúmeras funções orgânicas, prejudicando profundamente o sistema nervoso, endócrino e circulatório. Com o tempo de uso, os resultados tornam-se menos efetivos, dando origem a sérios problemas, tais como: depressão, irritabilidade, ansiedade, acúmulo de líquidos e ganho de mais peso e assim sucessivamente se continuar o uso indevido.

FITOTERÁPICOS AUXILIARES NO CONTROLE DA OBESIDADE

LIPOLÍTICOS

Centella- Centella asiática
Ação: normaliza a produção de colágeno ao nível dos fibroblastos, promovendo o restabelecimento da trama colágena normal e flexível com conseqüente desencarceramento das células adiposas, permitindo a liberação da gordura localizada pela ação das enzimas lipolíticas.

TERMOGÊNICOS

Guaraná - Paullinia cupana
Ação: estimulante, energética, tônica, adaptógena e auxilia na normalização da função intestinal. A cafeína atua no músculo estriado, promovendo produção maior de ácido lático, aumentando o consumo de oxigênio e conseqüentemente uma contração muscular mais forte. Por ser adaptógena, ajuda no controle do apetite. Deve ser evitada por hipertensos, hipertireoideos, pessoas com insônia, úlcera duodenal e gástrica.

METABOLISMO DOS AÇÚCARES E GORDURAS

GARCÍNIA - Garcinia cambogia
Ação: O ácido hidroxicítrico, atua inibindo a síntese de ácidos graxos e colesterol e o desejo de comer doces. .

CARQUEJA - Baccharis trimera
Ação: purifica e elimina toxinas do sangue pela ação diurética. Atua inibindo a absorção de hidratos de carbono das refeições.

FUCUS - Fucus vesiculosus L
Ação: diurético, depurativo. Pelo seu alto teor de iodo estimula a tireóide regularizando a produção do hormônio tireotrofina e acelerando o metabolismo de glicose e ácidos graxos.
Contra indicado: - hipertireoidismo, gravidez, lactação, hipertensão, cardiopatas e alérgicos ao iodo.

STÉVIA - Stévia rebaudiana (adoçante natural)
Ação: Ativa as funções do metabolismo, regularizando a glicemia; combate a prisão de ventre e a fadiga; é calmante suave e regularizador da pressão arterial.

ESTIMULANTES DO METABOLISMO

ALCACHOFRA - Cynara scolymus L.
Ação: colerética, diurética, depurativa, laxativa, reduz a uréia e colesterol. Principal constituinte da folha é a cinarina que é estimulante da formação e da eliminação da bile. Contra indicado: mulheres que amamentam.

INIBIDORES DO APETITE

ESPIRULINA - Spirulina maxima
Ação: atua como supressor do apetite devido à presença alta da fenil alanina, que atua sobre o centro da fome. Quando ingerida com o estômago vazio reveste suas paredes produzindo uma sensação de saciedade. Rica em vitaminas e minerais. Excelente para pessoas que necessitam de regimes rigorosos.

GUAR - Cyamopsis tetragonolobus
Ação: forma uma massa gelatinosa no estômago, reduzindo a sensação de fome quando ingerido com 02 copos d'água. Reduz conseqüentemente a velocidade de esvaziamento do estômago. Atua como laxativo suave. Reduz a captação de gorduras à nível intestinal, diminuindo o nível de colesterol plasmático.

Fonte: Henriqueta Sacramento - Médica Fitoterapeuta CRM ES 2789 - Especialista em Homeopatia pelo Instituto Hahnemaniano do Brasil

 

  2003 - Nova Era