A MAGIA DAS ERVAS

A palavra magia vem sendo bastante usada nos últimos anos como sinônimo de “bruxarias”, “feitiçarias” e “coisas ocultas”, que perturbam o homem e fazem-no proceder sem ser o dono verdadeiro de suas vontades e atos.
Com o passar dos tempos, o estudo das ciências e artes místicas resgatou o valor da palavra magia e de seu significado verdadeiro, livrando-a do preconceito.
Magia é e será sempre a capacidade que o homem tem de transformar realidades. Podemos dizer que todos os dias de nossas vidas praticamos magia: quando levantamos; o simples fato de irmos até a cozinha preparar um chá; isto é magia.
E quem nunca terá recorrido à um chá de ervas para curar qualquer mal-estar físico? A chamada medicina popular, tão praticada pelas nossas avós e por pessoas simples do campo, ganha espaço no nosso dia-a-dia.
Os banhos energéticos e os chás de ervas são princípios ativos na elaboração de muitas formas homeopáticas.
Aí vão algumas sugestões de chás de ervas para você sentir-se mais disposto:

· ALECRIM: É excelente tônico para o músculo cardíaco, equilibrando a pressão arterial. Além disso, é indicado com sucesso para infecções renais, dores articulares reumáticas, digestão, estados depressivos. É muito eficaz nas cefaléias (dores de cabeça). Seu nome e latim (ros marinus) significa “o orvalho que vem do mar”. Bastam 4 colheres de sopa num litro de água fervente, para uma boa infusão.

· ARRUDA: Sua tintura e cá tratam todos os tipos de dores articulares, problemas circulatórios, inapetência e má digestão. Mas cuidado! A arruda é abortiva e seu uso interno indevido pode causar diarréias, convulsões e problemas psicológicos graves. Deve ser usada com parcimônia. Bastam duas colheres de sopa da erva em cada litro de água fervente, para uma boa infusão.

· CAMOMILA: É um dos mais conhecidos calmantes da Natureza. O chá, feito em infusão, misturado com folhas de hortelã, é eficiente remédio contra gripes, resfriados e dores musculares.

· ERVA-CIDREIRA: Como as demais mentas, é utilizado como calmante, para abaixar a febre, regularizar a menstruação e acabar com a dor de cabeça.. Na cosmética natural, é usada na forma de banho de vapor, para cicatrizar a acne.

· MANJERICÃO: Seu chá é usado no combate à dor de cabeça, provocada pelo nervosismo, azia, gastrite, enxaqueca, instabilidades. É usado também contra estomatites (aftas), para os gargarejos e bochechos.

· SÁLVIA: É usado na culinária para temperar as carnes que se conservam salgadas e também como aromatizador de vinhos. O chá de sálvia ajuda a restaurar a cor natural dos cabelos escuros. Usado como enxaguante, faz com que os fios de cabelo branco desapareçam. Mas este processo é lento.

Jussara Ko. Topolski

  2003 - Nova Era